Pele Oleosa: 5 truques naturais para acabar com o problema!


Pele oleosa é um dos principais problemas de beleza das mulheres brasileiras, e não sem justificativa: a incrível miscigenação de etnias que trouxe nossa beleza típica, também traz aos nossos rostos poros ligeiramente mais desenvolvidos e ativos, e que dão um trabalhão para cuidar. Isso tudo, somado ao calor e umidade dos trópicos de nosso lindo país e a bomba de óleo está armada: pele que brilha e gruda o ano todo!

Mas, calma! Sabendo desse problema, nós trouxemos soluções naturais muito simples de serem colocadas em prática para resolver de um vez por todas essa questão da oleosidade. E, tudo isso de modo muito limpo, seguro e saudável, como sempre deve ser.


Vamos começar!


Imagem: shutterstock

1. ÓLEO VEGETAIS FACIAIS SÃO INDISPENSÁVEIS


Todos os tipos de pele precisam de hidratação, inclusive as oleosas, e as principais substâncias responsáveis por formarem um filme sobre a pele e melhorarem seus níveis de hidratação, são os óleos ou gorduras, compostos naturalmente produzidos por nosso corpo para essa finalidade. Além disso, são os óleos os responsáveis por manterem a coesão celular, ou seja, por manterem as células bem juntinhas, impedindo, além da perda de água, a entrada de microrganismos patogênicos que possam causar doenças. É como se essas gorduras fossem o cimento de uma parede de tijolinhos, e os últimos seriam a representação das células. Por essas razões, a presença de gorduras em nossa pele é de extrema importância.


Após a higienização, é muito importante que a oleosidade seja reposta, caso contrário a pele entende que aquela gordura que ela produziu e acabou (porque afinal de contas foi removida com a lavagem), não está sendo suficiente, então ela responde produzindo uma quantidade ainda maior de gordura, processo já bem conhecido como o tão famoso "efeito rebote".


A questão mais importante é: qual o tipo de óleo usar!

Óleos de texturas mais leves e ricos em ácidos graxos polinsaturados são os mais indicados para esse tipo de pele, pois obstruem menos os poros. A reposição através de óleos vegetais selecionados é capaz de garantir nutrientes que suprem as necessidades da pele oleosa, além de regularem o funcionamento das glândulas sebáceas, fazendo com que a pele entenda que não já não precisa mais produzir tanta gordura, pois o que está ali já é suficiente. Com a pele já equilibrada, a quantidade de gordura acumulada nos folículos pilossebáceos também diminui, o que melhora consideravelmente a aparência dos poros abertos e evita a oxidação do sebo excedente, reduzindo a formação de cravos, comedões e espinhas.


Dica especial: as opções de óleos vegetais ideias para a pele oleosa são: jojoba, maracujá, girassol, romã, semente de uva, rosa-mosqueta, açaí e borragem. Inclua-os em sua rotina de cuidados hoje mesmo.


Aplicações: os óleos faciais devem ser utilizados de 1 a 2 vezes ao dia, em bem pequenas quantidades, com a pele já limpa, puro ou após o hidratante.



2. TÔNICOS PURIFICANTES

Tonificar a pele após a limpeza garante a remoção completa, porém delicada, de impurezas localizadas em camadas mais profundas da epiderme. A fuligem da poluição cotidiana é um exemplo disto, pois como também possui caráter lipídico e tamanho molecular bem pequeno, elas são capazes de penetrar a pele em profundidade, causando inflamações que liberam radicais livres e quebram as fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela sustentação da pele, levando assim ao surgimento ou piora dos sinais de envelhecimento.


Um bom tônico natural para pele oleosa deve conter elevadas concentrações de extratos vegetais e hidrolatos, ricos em ativos adstringentes que reduzam a produção de óleo pelas glândulas sebáceas, além de conter também substâncias calmantes e antioxidantes, que controlam a inflamação e a liberação de radicais-livres, preservando a firmeza e elasticidade naturais da pele.


Aplicações: a rotina de uso ideal do tônico deve ser de 1 a 2 vezes ao dia, especialmente após a higienização da pele no período noturno, antes de dormir, já que durante o sono, o processo de desintoxicação é intensificado.


Dica especial: plantas que são capazes de controlar a atividade das glândulas sebáceas e acalmar a pele, são a melaleuca, lavanda, chá verde, hamamélis, camomila e aloe vera. Procure por elas no rótulo de seu próximo produto, hein!



Photo by Daria Shevtsova from Pexels

3. MÁSCARAS DE ARGILA


As máscaras de argilas naturais são muito úteis na desintoxicação e também equilíbrio da pele oleosa. Os minerais encontrados nesse elemento, como cálcio, ferro e magnésio, são capazes de regularizar as atividades orgânicas naturais da pele, enquanto suas partículas microscópicas com características químicas de absorção são capazes de atrair e eliminar as toxinas, acoplando-as junto às suas moléculas e levando-as embora quando são removidas da pele.


Aplicações: o uso ideal das máscaras de argila é 1 vez por semana e apenas uma fina camada deve ser aplicada sobre a pele, mantendo-a sempre úmida para que a argila não resseque e acabe desidratando ou irritando a pele.

Antes de remover máscaras de argila do rosto, é sempre importante molhar a região onde foi aplicada, com água em abundância para não causar agressão à pele.



4. MASSAGEM COM PEDRAS

Imagem: shutterstock

Existe algo mais relaxante do que massagem? Além da contribuição para reduzir o stress e dos óbvios benefícios emocionais e mentais que esse ritual promove, massagear a pele estimula a micro-circulação periférica cutânea, aumentando o aporte de nutrientes às células, e, consequentemente melhorando seu processo renovador, o que mantém o aspecto de pele jovem, pois uma das características principais dessa pele é o elevado turnover celular, ou seja, o alto ritmo de troca e renovação dos tecidos cutâneos.


Além disso, a massagem cutânea também auxilia o processo de eliminação de impurezas através da drenagem dos fluidos da pele e dos músculos, melhorando a oxigenação dos tecidos e reduzindo a retenção de líquidos que possam causar inchaços.


Dica especial: A utilização de cristais de quartzo é uma tradição ancestral chinesa e ayurvédica muito utilizada por terapeutas holísticos, pois consideram que tais elementos são vivos e carregados de energia, o que podemos observar ser verdade, uma vez que os cristais são muito utilizados em equipamentos de tecnologia, como televisores, celulares, relógios, etc, devido ao seu campo elétrico ser capaz de gerar energia e até mesmo transmitir sinais de rádio. Dessa maneira, como nosso corpo também possui um campo elétrico vibracional, uma interação energética se estabelece com esses minerais, que equilibram nossas energias quando estão desajustadas, melhorando todo o funcionamento orgânico do corpo e da pele.


Aplicações: massageie a pele com cristais polidos ou rolinhos específicos para essa finalidade, 1 vez ao dia, preferencialmente antes de dormir ou ao se levantar.


5. BEBER ÁGUA


Photo by Arnie Watkins from Pexels

Pode parecer bobagem, mas a gente sempre se esquece! Todo mundo sabe, mas não custa relembrar que nosso corpo é composto por 75% de água e todas as reações orgânicas metabólicas e enzimáticas necessitam de água para ocorrer, portanto nosso corpo necessita de um volume mínimo diário de água de 35 ml/Kg de peso corporal, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde. Tomemos como exemplo um indivíduo de 70 Kg, nesse caso a quantidade mínima de água que ele deve beber todos os dias é dada de acordo com o cálculo: 35 x 70 = 2.450 ml ou 2 litros e meio, arredondando.


Não sei se você já notou, mas o simples processo de respirar, faz perder muita água de nosso corpo. Você já reparou naquele vaporzinho quando respiramos perto de um vidro ou aquela fumacinha branca que sai de nossas narinas em dias muito frios? Então, aquilo é água que estamos perdendo aos montes através do ar e este conteúdo precisa ser reposto. Isso sem contar a eliminação pelo suor e pela urina, né!


Uma pele desidratada pode receber todas as melhores substâncias ativas, mas se ela não tiver água para operar suas funções, de nada adiantará. As células da pele precisam de água para fabricar novas fibras de sustentação e precisam de água também para sua estruturação. São as moléculas de água as principais responsáveis pelo efeito de preenchimento da pele e seu consequente aspecto jovial.


No caso específico da pele oleosa, que possui um desequilíbrio em sua função sebácea, sem água, a pele não consegue ajustar a produção de um manto hidro-lipídico saudável, agravando ainda mais a disfunção gordurosa e prejudicando a flora bacteriana natural epidérmica, que também contribui (e muito!) com a saúde da pele. Além disso, a falta do líquido também dificulta a eliminação de toxinas podendo piorar ainda mais os quadros de acne, sensibilidades e alergias.


Portanto, por favor, pegue agora uma garrafinha, encha de água e carregue ela com você para onde for. Não vamos pecar pelo item mais barato e fácil dessa lista, não acha?!

Insira esses novos hábitos que você acabou de aprender em sua rotina de beleza, nós temos certeza de que em poucos dias sua pele vai estar outra.


Ah, e depois conte para a gente o que achou, queremos muito saber qual foi o resultado. Afinal, a gente estuda com muito carinho e empenho todos os dias para conseguir solucionar os seus problemas de beleza e bem-estar e, assim, você se sentir mais feliz e de bem consigo mesmo. Não há sensação melhor do que essa!


OBS: Consulte sempre um dermatologista*

Junte-se a nossa família!

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em primeira mão!

© 2020 Entre a Pele - by Amvï Cosméticos Naturais

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram