O poder dos antioxidantes no envelhecimento da pele


Imagem: shutterstock


Aposto que você já deve ter ouvido falar muito nesse termo, não é mesmo? Quase todas as marcas de cosméticos têm anunciado esse benefício em seus produtos de skincare, mas não só o mercado da beleza tem recomendado esses ingredientes. Médicos e nutricionistas falam cada vez mais no poder dos antioxidantes, seja para a manutenção de uma alimentação mais saudável, como para o tratamento de doenças graves como o câncer.


Essas substâncias estão em todos os lugares e os estudos comprovam seus benefícios, eles são mesmo parte fundamental de uma nutrição adequada e dos cuidados para uma pele mais bonita e jovem por mais tempo.


Mas antes de falar sobre as vantagens, você precisa entender o que é uma substância antioxidante e como ela age no corpo, para que você possa usá-la de maneira inteligente e assim melhorar sua qualidade de vida e aparência.


O QUE É E O QUE FAZ UM ANTIOXIDANTE


Antioxidante é uma classificação geral para substâncias que neutralizam os tão famosos radicais livres. Esse processo se dá através de uma reação química conhecida como oxirredução (ou redox), quando uma substância eletricamente carregada, transfere elétrons para uma outra que necessita dessa energia para se estabilizar.


No caso de nosso corpo, essas substâncias são conhecidas como radicais livres, compostos instáveis, altamente reativos, que estão com elétrons desemparelhados em suas moléculas e que precisam doá-los, ou recebê-los, para se estabilizarem, e assim não provocarem outras reações indesejadas.


Dessa forma, substâncias antioxidantes são aquelas capazes de impedir a oxidação e os danos causados pelos radicais livres. Exemplos de elementos antioxidantes são: vitamina C, E e A, assim como seus precursores, os tocoferóis e carotenoides; polifenóis como o resveratrol da uva e as catequinas encontradas nos chás verde, branco e preto; fenóis; flavonoides, como a antocianina presente em amoras, cerejas, morangos e outras frutas vermelhas. Portanto, entenda que antioxidante é mais uma propriedade química do que nutricional.



SOBRE OS RADICAIS LIVRES


Os radicais livres fazem parte natural do metabolismo de nosso corpo, e quando em equilíbrio, não são prejudiciais à saúde, ao contrário, eles são ativados pelo nosso corpo em resposta a danos causados pelo ambiente, como cigarros, radiação solar e poluição, com a finalidade de proteger nossa saúde. Nosso sistema imune, por exemplo, também usa os radicais livres como forma de destruir vírus e bactérias, ou no processo de recuperação muscular após atividades físicas.

O problema surge quando esses compostos instáveis são liberados em excesso, pois eles acabam precisando roubar os elétrons de outras moléculas que não têm a função de antioxidantes, prejudicando-as nesse processo. Exemplos dessa interação indesejada são quando os radicais livres atacam moléculas de DNA, modificando sua conformação genética e assim levando ao surgimento de mutações e formação de câncer.

Outras moléculas que os radicais livres agridem com frequência são as proteínas colágeno e a elastina, fibras sustentadoras de nosso corpo, que quando atacadas perdem sua função estrutural, fazendo com que pele e vasos sanguíneos, por exemplo, se fragilizem, rompendo-se com mais facilidade e causando flacidez.


Em situações como essas, a função dos antioxidantes é neutralizar a ação desses radicais livres, doando elétrons de sua própria molécula, e assim, impedindo essa cadeia de reações que os agentes oxidantes iniciam, impedindo, desta maneira, a destruição de outras moléculas e células essenciais para a saúde de nosso corpo.



OS BENEFÍCIOS DOS ANTIOXIDANTES PARA A PELE


Cada vez mais os estudos mostram que os antioxidantes são indispensáveis no cuidado com a pele, especialmente em se tratando dos efeitos gerais relacionados ao processo de envelhecimento intrínseco (natural de nosso corpo) e extrínseco (causado por fatores ambientais externos) cutâneo, uma vez que as reações de oxidação estão envolvida em quase todos os processos degenerativos do corpo, tais como decaimento do metabolismo, inflamação, stress, má alimentação, exposição à luz solar e poluição, por exemplo.


Por essa razão, o uso tópico dessas substâncias, assim como a ingestão através da alimentação, deve ser diário, sendo fundamental que estejam presentes, de modo bastante variado, em seus cosméticos do dia a dia, seja através de substâncias sintéticas seguras mas, especialmente, obtidos em suas formas naturais não processadas, como extratos, óleos e manteigas, suas fontes originais.


Mais uma vez, observe que o cuidado necessário com a pele, deve obedecer exatamente a mesma regra da nutrição convencional de nosso corpo, afinal, como vc já sabe, a pele também é um órgão e como tal, deve ser tratada. Ninguém vive só de pílulas de vitaminas! Assim também é sua pele, não é uma Vitamina C ou A isolada, que vai transformar seu rosto, a melhor opção sempre será o uso combinado.


Dessa maneira, os benefícios diretos para a pele atribuídos aos antioxidantes são:

  • redução da flacidez, com melhora da elasticidade e do efeito tensor

  • redução das linhas finas e rugas

  • uniformização do tom da pele

  • efeito clareador em manchas

  • proteção contra poluição e radiação solar (aqui cabe uma observação muito importante: os antioxidantes apenas combatem a reação química desencadeada pelos radicais livres liberados pelos raios UV, contudo, não barram a radiação de penetrar na pele, como os filtros solares tradicionais, químicos e físicos, fazem, portanto, seu protetor solar não pode ser substituído por produtos que apenas contenham antioxidantes.



CUIDADO COM O USO INCORRETO DOS ANTIOXIDANTES!


É interessante notar que alguns estudos reportam que, isoladamente, os antioxidantes não costumam apresentar um desempenho muito efetivo, e uma causa provável seria o fato de eles tenderem a funcionar melhor em conjunto, como originalmente encontrados na natureza.


Em um estudo, foi comparada a atividade antioxidante da vitamina C em uma fruta, com a mesma quantidade ingerida através de um suplemento isolado. O que foi observado é que a atividade antioxidante gerada pela ingestão da fruta in natura, foi maior em comparação à do suplemento. Supõe-se que isso se deva ao fato de, na fruta, existir mais de uma forma de antioxidante, como os polifenóis, por exemplo, que além dessa propriedade, também atuam no organismo de outras formas, o que pode levar a um melhor efeito.


Além disso, excesso de antioxidante também é prejudicial à pele e à saúde, pois eles podem exercer justamente o efeito contrário e acabar agravando a oxidação das células de nosso corpo, acelerando ainda mais o processo degenerativo e de envelhecimento.

Portanto veja que o segredo do sucesso do uso de antioxidantes é saber dosar a quantidade e a variabilidade. A regra de quanto mais, melhor, não se aplica aqui!


Dessa forma, o que a gente quer que você entenda com esse artigo é que os antioxidantes são mesmo substâncias incríveis e eficazes para uma rotina de skincare que realmente traga resultados. No entanto, mesmo sendo essencial na manutenção de uma pele mais bonita e saudável, os efeitos de sua utilização requerem inteligencia em sua aplicação, além de levarem um certo tempo para aparecer. E isso é importante destacar para qualquer tratamento de pele! Todo mundo busca soluções mágicas, da noite para o dia, para resolver os problemas de pele que tem, mas não se lembram, ou sabem, que essas condições, em geral, levaram um tempo considerável para surgir, rugas e manchas são clássicos exemplos disto. Portanto, se você decidiu cuidar da sua pele - o que todos deveriam fazer! - nosso conselho é: tenha paciência e disciplina. Cuidado com a pele é todos os dias, é resultado a longo prazo, mas vale demais a pena, nós garantimos!


Informe-se e escolha seus produtos com inteligência.


Aqui na Amvï, todas as nossas fórmulas possuem ingredientes naturais antioxidantes cuidadosamente dosados e selecionados. Em nossos produtos você vai encontrar ingredientes como, extrato de chá branco e chá verde, ricos em catequinas, além dos mais variados tipos de óleos e manteigas vegetais com altos teores de vitamina E e carotenoides. Tudo isso, porque a gente sabe que antioxidantes não são necessidades pontuais da pele, mas sim cuidado diário básico e obrigatório para uma rotina de skincare realmente eficaz.



REFERÊNCIAS:


Role of Antioxidants in the Protection from Aging Related Diseases. Oxidative Medicine and Cellular Logevity. 2018 - https://www.hindawi.com/journals/omcl/2018/1454936/


Addor Flávia, Antioxidants in dermatology. Anais Brasileiros de Dermatologia. 2017 - https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5514576/


https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/antioxidants/


Amanda F. Nahhas Zalfa A. Abdel‐Malek Indermeet Kohli Taylor L. Braunberger Henry W. Lim Iltefat H. Hamzav. The potential role of antioxidants in mitigating skin hyperpigmentation resulting from ultraviolet and visible light‐induced oxidative stress. Photodermatology, Photoimmunology & Photomedicine. 2018 - https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/phpp.12423



0 visualização

Junte-se a nossa família!

Assine nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos em primeira mão!

© 2020 Entre a Pele - by Amvï Cosméticos Naturais

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram